Pages

21 de fevereiro de 2009

Motivações


Recebi via e-mail a seguinte mensagem, que me deixou muito honrada e porque não dizer sensibilizada, jamais envaidecida. Aprendi com meu marido a não adubar o canteiro das vaidades, pois nada somos nesta vida, senão viajantes que precisam se unir na busca de uma humanidade mais digna. E uma mensagem como a que agora transcrevo resume que estou fazendo meu trabalho como humilde difusora de idéias, da maneira mais honesta possível. Agradeço ao novo amigo e queria que ele soubesse que muito me motivou seu raciocínio alinhado e sua boa vontade para com a educação.

Sinto muito que a arte de educar seja tão pouco valorizada em nosso país, gerando um hiato social sem precedentes e de difícil solução. E penso que já passamos há muito tempo da época das tentativas de encontrar solução para este caso, pois gerações já foram ludibriadas tanto nos lares, quanto nas salas de aula, ambos os locais que deveriam ser altares da formação de indivíduos e por conseguinte, de coletividades. Mas ao amigo Luiz Felipe, meus sinceros agradecimentos e saiba que me motivarei ainda mais a postar com mais frequência toda vez que ler sua mensagem aqui no Blog da Educadora. Minha gratidão e meu estímulo também aos profissionais do saber. Que um dia possamos ser o fiel da balança de nossa Pátria, que hoje o tem na prática equivocada da política de concessões. Um feriado muito feliz a todos, em especial ao amigo Luiz Felipe.

" Prezada Juliana
Como não sou muito versado em computação não consegui postar um comentário em seu blog, mas estou enviando por email. Já estou aposentado e criei três filhos e agora tenho sete netos. Vejo como a leitura é importante na vida deles e também na minha. Ao mesmo tempo vejo com tristeza a competição que os livros estão sofrendo da televisão.
Minha esposa foi, durante alguns anos, professora de português para alunos da 8ª série. E quando mandava a leitura de algum livro sempre vinham as perguntas, se o mesmo era fino, se tinha letras grandes e muitas gravuras. Chegou ao ponte de uma mãe dizer que em vez do filho ler o livro mandou que o mesmo assistisse ao filme feito sobre o livro.
Mais triste ainda é ver um presidente da república dizer aos quatro ventos que a leitura de jornais lhe dá azia, que não gosta de ler. Qual será o futuro de nosso país se os jovens estão sendo levados a ver como um ponto positivo o fato de se ler e o fato de ser uma grande coisa se chegar a presidência da república sem estudo?
Realmente, não sei qual a solução para este problema. Meus netos menores, de oito a dois anos, gostam de ouvir histórias dos livros. O maior de 17 anos já não gosta tanto. Procuro sempre dar livros de presente e incentivar a leitura. Sem leitura nunca teremos um ensino de qualidade em lugar nenhum do mundo.
Parabéns pelo seu blog
Luiz Felipe"

0 comentários:

E ai, gostou do que leu? Que tal ver o blog atualizado?

Então acesse clicando aqui
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.