Pages

13 de janeiro de 2012

Uniforme escolar caro? Nem pensar


Mesmo depois de já terem comprado os materiais escolares, as mochilas e as lancheiras, os pais ainda não estão totalmente livres dos gastos de início de ano com os filhos. Ainda faltam os uniformes. Se fizeram uma poupança para todas estas despesas, ótimo. Se não se planejaram e acabaram desembolsando mais do que esperavam com alguns dos itens, é bom tentar economizar nos demais. Com a ajuda de consultores, o iG preparou sete dicas para tentar gastar o mínimo possível com os uniformes.  


1 - Faça uma vistoria do guarda-roupas de seus filhos
Antes de comprar os uniformes novos para seu filho, veja no guarda-roupas dele quais são as peças mais gastas, que ele mais usou no ano anterior, e as que parecem ter sido menos aproveitadas. Assim, você saberá o que é mais importante e gastará de acordo com as reais necessidades.

2 - Veja o que pode ser reformado e remodelado
Se seu filho ainda tem uniformes, mas está cansado dos modelos do ano passado, tente encontrar formas de remodelar as roupas para ele usar novamente. Se a escola permitir, corte e ajuste as camisetas, incremente as calças – no caso das jeans, você pode colocar lantejoulas, por exemplo, e aumente as sais, com tules ou tecidos da moda. Peça ajuda para seu filho para saber quais os modelos favoritos dele e quais as tendências da moda.

3 - Troque os uniformes com outras mães
Seus filhos podem estar grandes demais – ou enjoados demais – das roupas deles, mas podem até gostar de usar os uniformes de crianças mais velhas. O mesmo acontece com os filhos dos outros.

4 - Ganhe dinheiro com os uniformes dos anos anteriores
Verifique se a loja dos uniformes de seu filho oferece algum desconto caso você leve as peças de anos anteriores. Outra opção é vender as roupas antigas em sites de compra e venda.

Leia mais:

5 - Compre apenas o básico
Compre apenas as peças necessárias para que seu filho consiga ir para a escola nos primeiros dois meses. Depois disso, provavelmente os preços estarão mais baixos. Se não faz frio no início do ano, por exemplo, deixe para comprar os agasalhos mais para frente. “Não vale a pena comprar de uma só vez tudo o que você acha que ele pode precisar no ano inteiro, pois a criança pode crescer nesse período,” diz Antonio de Azambuja Neto, professor de finanças da Universidade Guarulhos (UnG). Segundo ele, uma das melhores dicas para quem ainda precisa ir atrás dos uniformes escolares é deixar para comprar os moletons quando o inverno estiver se aproximando. Além disso, é possível que a loja faça promoções após os primeiros meses de aulas. Na opinião do professor, três camisetas e duas calças ou bermudas são suficientes para a primeira compra.

6 - Reforçe os joelhos e cotovelos
É difícil impedir que seu filho caia, ou se jogue no chão. Para não ter que repor calças com rasgos nos joelhos ou camisetas e agasalhos com rasgos nos cotovelos, vale a pena reforçar as peças com tecidos extras nesses dois locais.

7 - Coloque o nome do filho nas peças
Para não correr o risco de perder o uniforme, o ideal é identificar as peças colocando o nome completo dos filhos, principalmente nos agasalhos. “É muito comum a criança esquecer o casaco na escola. Sem o nome, depois fica difícil encontrar e identificar qual era a sua peça,” diz o professor da UnG.



0 comentários:

E ai, gostou do que leu? Que tal ver o blog atualizado?

Então acesse clicando aqui
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.